Localização Via Satélite

Desde o segundo semestre de 2005 estamos vendo uma exurada de serviços que possibilitam localizarmos determinados locais via latitude e longitude, nos tranportando para locais onde nem imaginávamos ser possível…

Vamos citar alguns saltos relevantes:
– popularização da geolocalização na Web, através dos lançamentos do Google Maps e Google Earth, suas APIs e seus genéricos.

O desenvolvimento de tecnologias e padrões geospaciais com a Internet não é novidade. Porém com o interesse despertado pelo Google Maps e Google Earth, sem falar dos GPS que conhecemos há tempos, tudo que conhecemos a respeito da geografia e cartografia entraram na onda Web 2.0.

Talvez o mais popular desta leva, o Frappr!, relaciona comunidades virtuais com a localização de seus membros usando a API do Google Maps.

Outro sistema é o Plazes, ideal para quem usa laptops com conexão wireless e viaja muito. Basta fazer download do “launcher”, conectar-se rede e o seu profile é atualizado com a informação de onde você está naquele momento. Todas estas informações, claro, podem ser atualizadas em seu blog através de banners, applets ou feeds.

Mas antes de todos eles, GeoURL. A idéia é localizar websites geograficamente através de quatro linhas de metadados contendo a latitude e longetude. além de uma conta no sistema. A base do GeoURL pode ser acessada também através extensão para Firefox que informa a localização do site, seus sites vizinhos e faz o link direto para outros aplicativos como o próprio GeoURL, Google Maps, MapQuest e Multimap.

A lista não acaba aí: Flickrmap, Placeopedia, Cell Reception, Incident Log, entre outros.
Local Live

Sendo apenas um aplicativo isolado de geolocalização, os “GeoWebApps” podem integrar características de redes sociais e folksonomia. Integrar geolocalização aos aplicativos já estabelecidos pode ser um bom upgrade aos sistema já existentes. Este foi, por exemplo, uma das primeiras solicitações dos usuários brasileiros no Orkut em 2004, e que foi bem implementada no clone UolK. A questão inicial será sempre se o nível de experiência do usuário irá possibilitar uma entrada de dados longitude/latitude capturada de um Maporama da vida ou fazer a localização por entrada textual de cidades, bairros e ruas.
Veja também:

* Where 2.0 é uma conferência sobre geolocalização e desenvolvimento Web que será realizada em junho em San Jose, Estados Unidos;
* The Geospatial Web: A Call to Action, What We Still Need to Build for an Insanely Cool Open Geospatial Web, artigo de Mike Liebhold na O’Reilly Network;
* Geography Matters [pdf], um white paper da ESRI sobre os usos da geografia e da tecnologia geoespacial em diversas áreas de atuação;
* Google map API transforms the Web, no blog da ZDNet.

5 thoughts to “Localização Via Satélite”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *