Relay: Administrador de arquivos Ajax em seu host

Relay é um serviço que podemos instalar em nosso servidor e que permite de uma maneira cômoda e muito fácil, executar a administração de arquivos e diretórios. Suas principais características são:

  • Upload de arquivos
  • Barra de progresso no upload.
  • Visualização de miniaturas de imagens.
  • Múltiplos usuários e contas.

Os requesitos do sistema:

  • PHP versão 4 ou superior.
  • MySQL versão 4 ou superior.
  • Perl 5.8.0 (para mostrar a barra de progresso)
  • Apache 2.0

Veja um demo: Relay: Ajax Directory Management » »

Como amarrar seu tênis!

Esta ai um negócio que não via um bom tempo, diversas formas de amarrar seu tênis. Quando eu era criança era moda exibir diversas formas de amarrar o tênis, e como ainda não existia o Google, a gente sempre dependia de um amigo que sabia alguma técnica diferente. Pensando nisso, achei este tutorial que explica diversas formas, confira:

Pra não esquecer: query_posts paginando por categoria (WordPress)

Todo mundo sabe o poder que a tag query_posts do WordPress possui, o exemplo abaixo é utilizado para paginar o resultado (pra usar o plugin wp_page_numbers ou wp_navi), pegando a categoria direto pela URL, no caso, utilizando o archive.php.

[php]
< ?php global $more; $more = 0; $numposts = 3; $paged = (get_query_var('paged')) ? get_query_var('paged') : 1; query_posts('showposts='.$numposts.'&paged='.$paged.'&cat='.get_query_var('cat')); ?>
[/php]

ou pode-se fazer assim também:

[php]
< ?php global $more; $more = 0; $numposts = 3; $categories = get_the_category(); //pega todas as categorias //echo 'primeira categoria: ' .$categories[0]->cat_ID;
$paged = (get_query_var(‘paged’)) ? get_query_var(‘paged’) : 1;
query_posts(‘showposts=’.$numposts.’&paged=’.$paged.’&cat=’.$categories[0]->cat_ID);
?>
[/php]

Criação de temas WordPress – Cada vez mais simples…

Elastic Theme Editor é um plugin fantástico, embora se encontre em status beta, já é possível baixar e testar a capacidade de criar e editar temas de todo tipo e formato diretamente da área administrativa do WordPress (Dashboard).

Uma vez instalado e ativado, você vai encontrá-lo na seção Aparência, e então poderá começar a adicionar elementos, editar, modificá-los, todos, sem tocar uma linha de código. Ainda está um pouco verde mas a idéia é ótima.

Entre as características deste editor visual de temas, temos:

  • Várias alterações no seu tema: arrastar e soltar para personalizar.
  • Fontes personalizadas: Faça a previsão com o editor da fonte.
  • Fácil organização baseada em células, personalizando as células com maior flexibilidade.
  • Framework para Temas: Para que os desenvolvedores tenham seu trabalho facilitado.

O plugin ainda apresenta alguns bugs.. como problemas com as barras laterais criadas, mas como ainda está em fase de desenvolvimento e melhoras é esperar pra ver… com certeza esse plugin tem tudo para ser referência em desenvolvimento de temas !

Veja o vídeo da amostra e se impressione um pouco também.

Tempo de carregamento

Você tem idéia de quanto seu blog/site demora para carregar?

Embora a banda larga esteja se disseminando rapidamente, existem muitas pessoas que ainda navegam com internet de 56kbps. A maioria das pessoas que entram nos blogs vem do Google, é comum o visitante estar com bastante pressa, então, se demorar demais para carregar a página, a pessoa fechará e vai partir para outra.

Para isso, algumas dicas são valiosas e devemos nos esforçar para colocar em prática, vejamos:

  • Criar um template com menos de 100kb, para demorar muito menos o carregamento;
  • Evitar o uso de frames/iframes;
  • Utilizar um número razoável de divs/spans. O correto seria no máximo 20;
  • Utilizar apenas uma folha de estilos. Duas ou mais demoram no carregamento;
  • Não utilizar muitas imagens. O tamanho de todas não deve ultrapassar 100kb;
  • Moderar no uso de Scripts. Utilize apenas os scripts necessários, dando preferência por um framework como o Jquery, compactado;
  • Não use muitos objetos <embed>. Objetos em flash ou mp3 demoram bastante para ser carregados.

Pensando nisso, o WebSiteOptimization criou o Analyze, um serviço que mede o tempo de carregamento da sua página e diz o que deve ser melhorado. Tudo bem, não vá colocar o endereço deste blog para verificar, pois eu já fiz isso, e realmente este blog não é o melhor exemplo… de otimização.

Uma outra dica interessante é caso você seja usuário de WordPress (de longe um dos melhores CMS):

Por padrão, o WordPress envia para o navegador do visitante HTML descompactado, o que pode ocasionar demora no carregamento, porém com uma única linha de código você consegue comprimir a saída HTML em até 75%, usando a tecnologia zlib C, você pode aproveitar o poder do PHP e reduzir a velocidade de carga.

1º. Certifique-se que o “zlib” esteja ativado em seu provedor de hospedagem, você pode fazer isso por criar por exemplo, um arquivo teste.php,  com o conteúdo abaixo:

[php]phpinfo();[/php]

2º. Em segundo lugar, coloque o seguinte código em seu cabeçalho (acima da DOCTYPE):

[php]
ini_set(‘zlib.output_compression’, ‘On’);
ini_set(‘zlib.output_compression_level’, ‘1’);
[/php]

Exec-PHP – Executar códigos PHP direto na edição de posts e pages no WordPress

Por que será que só descobrimos um jeito fácil de fazer algo, depois que você já fez da forma mais difícil? Saca só a vantagem desse plugin.

Exec-PHP é um plugin que permite executar código PHP dentro de posts e páginas. Isso mesmo, você pode inserir o código PHP diretamente em seus posts sem ter de modificar os arquivos de seu tema.

Quantas vezes eu tive a necessidade de criar uma página modelo com Template Name, só porque precisava de alguma coisa específica para uma determinada página. O autor do plugin é um cara chato com documentação, e para ele documentar é algo mais que necessário, por isso você vai ter acesso a uma lista enorme de passo-a-passo de como utilizar este plugin diretamente no site do desenvolvedor.

Mas já adiantamos que você tem que desligar o editor visual sempre que você usar o Exec-PHP em seus posts ou páginas,