27 May

Contratar profissionais por potencial

Acho que toda contratação de um novo profissional para uma empresa, a princípio teria que levar em conta o potencial e competência de cada um, e não necessariamente pelo conhecimento técnico que a pessoa possui.

Com vi recentemente em um artigo de uma vaga de Administrador de Redes:

“Normally, I’m pretty happy to hire inexperienced but bright people and let them learn on the job. Even for fairly important jobs, like, say, President of the United States.”

- Joel Spolsky – A propósito, não deixe de conferir como o cara sabe escrever anúncios de empregos !

Isso até lembra aquela piadinha do Programador Pop Star:

“Um programador mediano estava sendo entrevistado para um emprego em uma grande fábrica de software:

- “E quais são suas pretensões salariais?”, perguntou o entrevistador.

Depois de ouvir um longo papo do candidato sobre a sua própria capacidade e seu “score” numa provinha de certificação.

- “Aproximadamente uns vinte mil reais por mês, mais benefícios.”, respondeu, e com ar todo empertigado, arrematou: “Quais os benefícios que a sua empresa oferece?”.

E o entrevistador, depois de pouco pensar, responde:

- “Normalmente, férias de 6 semanas por ano, fundo de pensão para complementar sua aposentadoria, um carro novo a cada dois anos, cartões de crédito, título de um clube, plano de saúde integral para todos os dependentes e viagem aos Estados Unidos duas vezes por ano.”

“Você está brincando?” – pergunta o programador. “É claro! Mas foi você quem começou!”

E você, o que acha?

One thought on “Contratar profissionais por potencial

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>