Dropbox para pesquisar por todas as categorias ou definir uma categoria específica – WordPress

Com o código abaixo o usuário poderá pesquisar em todo seu site ou em uma determinada categoria. Modificando os argumentos dentro de “wp_dropdown_categories” você poderá excluir categorias ou até mesmo especificar a ordem específica de categorias dentro da lista.

<form role="search" method="get" id="searchform" action="<?php bloginfo('siteurl'); ?>">
  <div>
    <label class="screen-reader-text" for="s">Buscar for:</label>
    <input type="text" value="" name="s" id="s" />
    em <?php wp_dropdown_categories( 'show_option_all=All Categories' ); ?>
    <input type="submit" id="searchsubmit" value="Search" />
  </div>
</form>

 

Como habilitar texto rico (WYSIWYG) no GLPI

Texto rico você sabe que é aquela barra de ferramentas do texto com ícones para editar e formatar seu texto. Você pode usar o editor de texto rico para incluir imagens, links, áudio e vídeo, bem como texto.  Às vezes chamado de editor WYSIWYG (What You See Is What You Get).

O GLPI a partir da versão 8.5 tem essa função integrada, que para ser utilizada não necessita da instalação de nenhum plugin.

Funciona tanto para a abertura de chamados:

Como para os acompanhamentos:

Para isso é só habilitar a opção Texto Rico em: Configurar > Geral > Assistência. Simples assim.

Habilitando Bridge no modem da NET – Thomson DWG874B

O modem a cabo Thomson DWG874B é um dos aparelhos distribuídos pela NET aos clientes. Vem configurado como roteador e wifi integrado. Funcionou muito bem por um tempo, porém quando mudei de plano, ampliando a conexão para 60MB, o mesmo passou a apresentar instabilidade de sinal, com constantes quedas. A solução foi ativar o modo Bridge do modem e colocar um roteador em uma das portas de rede, para fazer o roteamento e prover acesso Wifi.

Procedimentos:

  1.  Acesse a página de configuração do aparelho através do seguinte endereço:
    http://192.168.0.1
    Usuário: deixar em branco
    Senha: admin
    Clique na aba Wireless. Na seção Radio, altere a primeira opção, “Interface” de Enabled para Disabled. Clique no botão Apply no final da página.
  2. Dentro da interface de administração do modem, vá até: Gateway->Status->Switch Mode e onde esta “IPV4-Legacy Mode”, mude para Disabled.Neste momento o modem para de rotear, ou seja, já esta habilitado o modo bridge
  3. Teste, ligando o cabo de rede de uma das portas do modem ao computador.
    Neste momento o computador deve pegar um IP público e a internet deverá estar funcionando.
  4. Pode ser necessário (embora no meu caso não foi), pegar o MAC address  da placa de rede do computador e clonar no seu roteador. Como os procedimentos para isso depende do modelo do seu roteador, você deve procurar a WAN e clonar o MAC do modem e use DHCP como opção dessa WAN.
  5. Nessa forma de configuração, as outras portas LAN do modem não irão funcionar. Caso queira voltar atrás, independente se você deixou o IP original (192.168.0.1) do modem ou tenha colocado outro, quando deixar Disabled Mode no SwitchMode, ele só será acessível pelo endereço:  192.168.100.1 (tipo, se quiser reabilitar o modo router, aí você vai no SwitchMode e volta para o Legacy IPV4-Mode.). Toda a configuração de rede, firewall, e etc, você vai controlar agora pelo roteador e não mais no seu modem Thomson.
  6. Uma observação, nesse modo bridge, ao acessar a interface do modem pelo IP 192.168.100.1, aparece apenas as opções Gateway, Voip e Wifi

Como posso criar um projeto de intranet, com um bom layout?

Um ex-aluno me enviou esta pergunta recentemente:
“Como posso criar um projeto de intranet, com um bom layout”.

Bem, este tipo de pergunta pode gerar as mais diversas respostas, poderia indicar uma plataforma de Rede Social Corporativa, que é a tendência atual.

Poderia também recomendar algum Gerenciador de Conteúdo que permitisse gerenciar um projeto de Intranet, como o próprio WordPress, com alguns temas.

Mas independente da ferramenta adotada, creio que o mais importante em um projeto de Intranet é manter-se simples, então respondi com essas essas 5 dicas:

  1. Mantenha a simplicidade, tal que até mesmo um senhor de 60 anos de idade, sem muita experiência com computadores possa navegar e consumir informação
  2. Limite o uso de gráficos
  3. Minimize os espaço desperdiçados
  4. Otimize o layout para dispositivos móveis
  5. Certifique-se que o projeto é consistente em todas as páginas

Inclusive encontrei este material de referência bem interessante. Espero que possa ajudar outros.
635573732489696794

 

Controlando sua rede LAN e WIFI em uma mesma instalação do pfSense

Configuração de rede sem fio no pfSense quase sempre gera confusão, provavelmente pela flexibilidade que o pfSense oferece.

Neste tutorial será detalhado duas configurações diferentes para que você possa decidir qual melhor para seu ambiente de rede.

De maneira simples, as configurações de rede sem fio no pfSense pode ser autônoma, ou em bridge.

Configurações autônomas usam um intervalo de IP’s únicos, que é diferente da rede local (LAN).

Já nas configurações em bridge a interface wireless é ligada com outra interface (geralmente a LAN), que estende a faixa de endereços de rede em ambas as interfaces.

A maioria dos roteadores e firewall (inclusive os modem/wifi) são configurados com LAN e Wi-Fi em bridge e é assim que a maioria das pessoas geralmente tentam replicar usando pfSense.

Parece bastante simples? É realmente… no entanto onde fica complicado é decidir a forma de gerir o tráfego entre essas interfaces e onde aplicar as suas regras de firewall.

Geralmente, se configura as interfaces LAN e WiFi em modo bridge com as regras de firewall para ambas as interfaces. Isso permite uma configuração mais granular com um conjunto potencialmente diferente de regras de firewall para usuários de LAN e WiFi, ampliando a rede/domínio em ambas as interfaces.

Independentemente de sua configuração, a primeira coisa que você precisa fazer é definir a sua interface wireless.

Navegue até Interfaces / OPT1, em seguida, marque a caixa de seleção Ativar na página de configuração de interface.

Caso não tenha OPT1, navegue até Interface > (assign), e clique no botão + para adicionar uma interface, associando a interface física na lista.

Eu recomendo as seguintes configurações para a interface wireless.

  • Set Name: WIFI
  • Set Standard: 802.11g
  • Set Channel: Auto
  • Configure: Regulatory Settings; relevant for your country
  • Set Mode: Access Point
  • Set SSID: SSID of the wireless network
  • Check: 802.11g only
  • Check: Enable WPA
  • Set The PSK: Your pre-shared key for clients to access the network
  • Set WPA mode: WPA2
  • Set WPA Key Management Mode: Pre Shared Key
  • Set Authentication: Open System Authentication
  • Set WPA Pairwise: AES

Se você estiver configurando sua rede WiFi como autônoma, em seguida você precisará definir o tipo como “static” e digitar um endereço IP exclusivo para a interface Wi-Fi do roteador pfSense. Para a configuração de bridge deixá-lo como ‘none’.

Clique em Salvar e, em seguida, em Aplicar alterações.

Configuração Standalone (autônomo) 

A configuração da interface Wireless esta quase pronta. Agora basta ir até o menu Services e no drop down escolher Servidor DHCP.  Você vai precisar selecionar a guia Wi-Fi e, em seguida, preencher as opções de DHCP para sua rede sem fio.

Com o modo autônomo, você provavelmente vai querer permitir que os seus clientes Wi-Fi apenas acessem a Internet e nada mais. Você pode fazer isso com as seguintes regras.

1

Apenas uma observação, a regra de destino é marcada como: ‘!RFC1918’, que é um alias. O ponto de exclamação no início (!) Significa ‘não’, invertendo a lógica. Portanto, a regra é lida assim: qualquer tráfego TCP/UDP não destinado a um endereço RFC1918 (rede privada) sera enviado direito para a interface WAN.

Se você quiser criar um alias RFC1918, vá até Firewall e no drop down selecione Aliases e crie um alias com as seguintes opções:

2

Caso você queira permitir a conectividade entre suas redes LAN e Wi-Fi você irá precisar adicionar as regras de firewall apropriadas para ambas as interfaces.

Configuração Bridge

Essa configuração assume que você já tem uma rede LAN funcionando com DHCP ativado, distribuindo endereços IP’s aos clientes que se conectam. Confira o tutorial – configuração inicial pfSense com Modem ADSL para obter instruções.

Navegue até Interfaces / (assign) e clique na aba Bridge. Crie uma nova bridge com o seguinte (dica você pode selecionar mais de uma interface, mantendo pressionada a tecla CTRL).

3

Depois de salvar a configuração, volte até Interfaces / (assign) e na aba Interface Assignment, atribuir a interface bridge recém criada à LAN.

Clique em salvar e aplicar as alterações, em seguida, navegue até Firewall/Rules e certifique-se de que você marcou como Default permitir que todas as regras LAN sejam repassadas à interface de WIFI.

Você pode adicionar regras de rejeição ou configurar regras de firewall de saída adequadas para qualquer interface. Por exemplo, você pode querer rejeitar conexões SMTP para os hosts no segmento WIFI.

 

4

Se você tiver problemas com a configuração wireless, o primeiro local à verificar é o log do firewall. Navegue até Status/System Logs e clique na guia Firewall para verificar os pacotes que estão sendo bloqueados. Dessa forma você vai verificar que o esta sendo bloqueado é devido a um regra de rejeição ou a não existência de regra de permissão válida para  interface.

 

Buscar determinado texto dentro de vários arquivos no Linux ou MAC

No linux ou MAC, como encontrar todos os arquivos que contêm uma cadeia específica de texto, no caso dentro do arquivo e não em seu nome.

No MAC:
# mdfind “sua frase aqui”
# mdfind -onlyin /home/user/Desktop -live “sua frase aqui”

Fonte: http://superuser.com/questions/72774/search-through-text-files-in-mac-os-x

Linux:
# find ./* -type f -exec grep -l PALAVRA {} \;

Outras formas: http://www.cyberciti.biz/faq/howto-search-find-file-for-text-string/

Configuração de BOOT Notebook ASUS

Sinceramente não sei porque esses Notebooks novos vem bloqueado a opção de boot, deve ser muita força da indústria OEM….

Precisei fazer isso recentemente em um Notebook Asus X750J, e este tutorial abaixo foi o único que funcionou, deixo aqui para quem precisar também, inclusive para outros modelos recentes da ASUS.

Se você for instalar o Windows 7 e quando estiver editando as partições, e tentar avançar surgir uma mensagem como esta: “A instalação não pôde criar uma nova partição do sistema (Windows 7)”, ai você irá precisar executar essas etapas:

1 – Bootar pelo DVD de instalação;
2 – Assim que selecionar o idioma, pressionar shift+F10 ou procurar avançado e ir até prompt de comando;
3 – Digite diskpart
4 – Agora list disk
5 – Selecione o disco com o comando select disk x (no meu caso o 0)
6 – Agora digite clean
7 – Depois create partition primary
8 – Continue e instalação (ou reiniciar)

Depois disso você conseguirá avançar e instalar o normalmente.

Howto: Como deixar arquivos PDF’s menores no MAC

No Mac, a impressão de um documento em um PDF, muitas vezes resulta em um arquivo grande, por exemplo, quando o documento original tem muitas fotos.

Para gerar um PDF menor, basta realizar estes passos:

  1. Salve o PDF normalmente.
  2. Abra o arquivo PDF usando o Preview (aplicação padrão de visualização de PDF do MAC)
  3. Escolha: Arquivo / Salvar Como ou Arquivo / Exportar
  4. Set: Formato = PDF
  5. Set: Filtro Quartz = Reduzir Tamanho do Arquivo (Reduce File Size)

No meu teste, consegui reduzir um arquivo de 12 páginas com 15 MB para 1 MB por este método.

Como configurar o Elastix/Asterisk/FreePBX em uma rede com NAT – VPN

Primeiro vamos ao cenário do problema:

Minha empresa possui 4 filiais, todas conectando-se à matriz por meio de OpenVPN com pfSense. Tenho um servidor Elastix rodando muito bem, com os ramais internos (atas) e troncos SIP). As ligações entre ramais estão funcionando muito bem e para receber chamadas externas também. O problema é quando alguém de uma das filiais que estão conectas via VPN tenta realizar uma chamada externa, a ligação não é completada, dando um ou dois toques e cai

1. Edite o arquivo sip_nat.conf que fica dentro da pasta do asterisk, normalmente em: /etc/asterisk e acrescente os seguintes dados:

externip = 146.164.247.240; IP Valido – Utilize o IP quente da VPN
localnet = 192.168.0.0/255.255.255.0; VPN Matriz
localnet = 192.168.1.0/255.255.255.0; VPN – Filial 1
localnet = 192.168.2.0/255.255.255.0; VPN – Filial 2
localnet = 192.168.3.0/255.255.255.0; VPN – Filial 3
localnet = 192.168.4.0/255.255.255.0; VPN – Filial 4

nat=yes (Apenas no caso do NAT não estar funcionando através da VPN)

Feito isso é só reiniciar o Elastix.

2. Execute o comando: amportal restart
e tente realizar uma ligação externa por meio de uma das conexão das filiais (VPN).